Figurino anos 50 de The Marvelous Mrs. Maisel

Figurino anos 50 de The Marvelous Mrs. Maisel

O que dizer de uma série com um figurino que não se repete? E com uma ambientação perfeita dos anos 50? Esses são os elogios básicos que qualquer pessoa consegue reparar só de assistir os primeiros episódios e que deixam a série melhor ainda.   The Marvelous Mrs Maisel começou a ser exibida em 2017 pela Amazon Prime e já ganhou muitos fãs por ser aquela série divertida que você perde a noção do tempo e quando vê, já acabou todos os episódios.  consulte mais informação
A Belle époque no figurino de Colette

A Belle époque no figurino de Colette

Tirando o foco dos indicados ao Oscar e continuando na onda dos filmes de época, Colette estreou em outubro de 2018 aqui no Brasil e nós vamos dar o destaque que ele merece! O filme é baseado em fatos reais, onde Keira Knightley dá vida a Colette, autora francesa que viveu um relacionamento abusivo em que era forçada a escrever livros para o marido, sem levar os créditos.   Por volta de 1900, Sidonie-Gabrielle Colette estava casada aos 20 anos com Henry Gauthier-Villars, conhecido como Willy (nome fictício de assinatura dos livros), que era 15 anos mais velho do que ela. Ele deu a oportunidade dela se expressar escrevendo a série de livros Claudine, que contava sobre sua época na escola e sua paixão por mulheres. Para uma mulher, ter a chance de escrever um livro nesse tempo, era uma oportunidade que ela não deixaria passar.  consulte mais informação
Recriação dos Ícones: visual anos 70 do figurino de Bohemian Rhapsody

Recriação dos Ícones: visual anos 70 do figurino de Bohemian Rhapsody

 O filme Bohemian Rhapsody, lançado em novembro de 2018, foi uma grande aposta britânica para a temporada de premiações (2019) e recebeu mais de 60 indicações. Só no Oscar são cinco indicações e no Bafta foram seis, ganhando a de Melhor Ator pela atuação de Rami Malek e Melhor Som pelo trabalho de John Casali e sua equipe.  Vale lembrar que o filme perdeu a indicação em Melhor Filme, dias antes do Bafta, por causa das acusações de assédio, abuso sexual e pedofilia contra o diretor Bryan Singer. consulte mais informação
A Balada de Buster Scruggs: 6 histórias e 6 figurinos diferentes.

A Balada de Buster Scruggs: 6 histórias e 6 figurinos diferentes.

Agora chegou a vez de falar do último indicado à categoria de melhor figurino no Oscar: A Balada de Buster Scruggs (veja o trailer). O único filme da lista lançado na plataforma digital da Netflix é o mais diferente em questão de roteiro. Inicialmente, a trama de faroeste seria contada em uma série, mas acabou virando um filme dividido em 6 histórias. Desde um fora da lei e um ladrão de banco à uma jovem que perdeu seu irmão, os Irmãos Joel e Ethan Coen conseguem contar histórias irônicas, melancólicas e cheias de humor.   consulte mais informação
A Favorita da vez: Sandy Powell

A Favorita da vez: Sandy Powell

 The Favourite é o novo filme do diretor grego Yorgos Lanthimos (O Lagosta), que acabou de estrear no Brasil (24 de janeiro), com um triângulo amoroso um tanto quanto divertido entre as atrizes Olivia Colman (The Crown), Rachel Weisz (Oz: Mágico e Poderoso) e Emma Stone (La La Land).   A comédia está na boca dos críticos e conseguiu liderar o Oscar 2019 com 10 indicações, incluindo a de melhor figurino e a de melhor filme. Além disso, a figurinista Sandy Powell já garantiu dois prêmios para o filme no British Independent Film Awards e no Satellite Awards. consulte mais informação
Jeans para as rainhas: Duas Rainhas no estilo Alexandra Byrne

Jeans para as rainhas: Duas Rainhas no estilo Alexandra Byrne

 E mais um filme de realeza vem por aí!  Você já parou para pensar em quantos filmes existem mostrando a vida de reis e rainhas? É muita coisa mesmo: Henrique V, As Loucuras do Rei George, Elizabeth, A Jovem Rainha Vitória... A lista é longa e você já deve ter assistido algum. Mas por que será que isso acontece? Você também se interessa pelo assunto? Se sua resposta for sim, se prepara porque a próxima a ganhar um filme é Mary Stuart, Rainha da Escócia, e essa nós sabemos o porquê.. com uma vida tão trágica, um filme só não basta!    consulte mais informação
Sandy Powell aterrissa no Oscar com Mary Poppins

Sandy Powell aterrissa no Oscar com Mary Poppins

Quando um filme é bom e fez sucesso, já dá pra imaginar que pode ganhar um remake, uma adaptação ou até uma continuação mesmo depois de décadas. Isso já aconteceu com O Grande Gatsby (1949,1974,2013) e muitos outros filmes, como o recém sucesso de A Bela e A Fera, clássico animado da Disney que teve 12 tipos de produções nas telas (tanto desenhos animados, quanto live-actions - filmes comuns). E a onda dos remakes também chegou para Mary Poppins. Dica: Se você gosta de remakes e de animações, dá só uma olhada nos filmes da Disney que vão estar no cinema nos próximos anos. consulte mais informação
Menos é mais! A simplicidade de Lady Gaga em Nasce Uma Estrela

Menos é mais! A simplicidade de Lady Gaga em Nasce Uma Estrela

 Nasce Uma Estrela acaba de ser lançado nas telas dos cinemas brasileiros e ja conquistou críticas positivas do público (Assista ao trailer). O filme é o quarto remake do clássico com o mesmo nome - atuado nas outras versões por Janet Gaynor, Judy Garland e Barbra Streisand - e conta o romance entre Ally (Lady Gaga) e Jackson (Bradley Cooper), um cantor de country que se perde no vício do álcool enquanto seu par está crescendo na carreira.  Jackson Maine vai em um bar de drag queens depois de uma de suas apresentações e lá encontra Ally cantando La Vie en Rose, de Édith Piaf, com meia arrastão e sobrancelhas bem finas. Foi aí que ele já reconheceu seu talento e a história começa.  consulte mais informação
Infiltrado na Klan: disfarçando o estilo dos anos 70

Infiltrado na Klan: disfarçando o estilo dos anos 70

 Antes de começar a falar sobre o filme em si é importante fazer uma reflexão sobre a importância das reivindicações.  Em 2016 a atriz Jada Pinkett Smith fez um apelo no Facebook sobre racismo e lançou a hashtag #OscarsSoWhite que viralizou, chamando a atenção para o problema gritante da falta de diversidade em Hollywood. Cheryl Boone Isaacs, negra e presidente da academia desde 2013, logo anunciou mudanças radicais na política de filiação da organização. Fonte Carta Capital .  A reivindicação ganhou mais e mais adeptos e o resultado são filmes como o Pantera Negra que já falamos aqui no Blog e agora o Infiltrado na Klan. consulte mais informação
Afrofuturismo nos Figurinos de Pantera Negra

Afrofuturismo nos Figurinos de Pantera Negra

É tanta coisa interessante que aprendemos ao analisar o figurino de um filme! E neste post vamos falar sobre o figurino de Pantera Negra, e vamos falar muito, porque todos os figurinos tem muita história pra contar. Pantera Negra foi um filme que levou muitas pessoas ao cinema por ser o primeiro filme da Marvel com um herói negro e também por reunir uma equipe predominantemente negra (por exceção de parte dos produtores, editores, diretores de produção e de fotografia, e dos atores Andy Serkis e Martin Freeman). consulte mais informação
Produto adicionado à lista de desejos
Product added to compare.