Se tem uma série que está dando o que falar é Euphoria. Parece que muitas pessoas se identificaram com os personagens, seja com os problemas que eles enfrentam ou até com a personalidade e o estilo. 

A produção da HBO, inspirada na série israelense de mesmo nome, tem uma boa equipe técnica, com o cantor Drake estreando sua carreira como produtor e a veterana Lisa Schomas, que já trabalhou como produtora nas séries Betty, a Feia e Castle, o programa de TV policial.

O elenco da série já é um ponto positivo e garantiu boas críticas, já que o público pensou que Zendaya Coleman e Jacob Elordy, atores de filmes infanto juvenis, não iriam dar conta de um roteiro tão pesado. Pelo contrário, Zendaya veio da Disney, mas foi fundo no papel e sua atuação fez os fãs ficarem enlouquecidos querendo que ela seja indicada ao Emmy. E Jacob também surpreendeu porque ao contrário do outro filme que fez recentemente, A Barraca do Beijo da Netflix, o assunto dessa vez não tem nada de clichê. 

Temos que destacar que a maioria do elenco é desconhecida e foram apostas muito bem escolhidas, como a atriz trans Hunter Schafer para representar o público LGBT:  "É preciso haver mais papéis onde as pessoas trans não estão apenas lidando com trans, eles estão sendo trans enquanto lidam com outros problemas. Somos muito mais complexos do que apenas uma identidade", comenta

O diferencial com certeza é que o diretor e roteirista Sam Levinson escreveu a série com base em sua experiência com ansiedade e dependência. Ele também sentou e conversou com o elenco para conhecer cada um e deixar seus personagens mais parecidos com suas personalidades pessoais, assim eles se identificaram mais.

Partindo para o que nos interessa, o figurino foi feito por Heidi Bivens, que além de trabalhar como figurinista para Spring Breakers: Garotas Perigosas (com Selena Gomez), ela também é stylist e vestiu recentemente o rapper Snoop Dog, a atriz Jennifer Lawrence de Jogos Vorazes e a cantora Billie Eilish. Você pode dar uma olhada em mais artistas que ela vestiu no perfil do Instagram dela (clique aqui). 

Parte de sua pesquisa foi observar como os jovens se vestem hoje em dia e ela notou que a maioria não se preocupa com estilo e moda, seguindo os padrões que vemos na mídia e deixam todos muito parecidos. Ela lembra que isso pode ser associado com o lugar onde eles estão inseridos. Um dos exemplos que ela levou em consideração foram os filhos de seus amigos que frequentam escolas particulares e são incentivados a serem criativos e consequentemente tem um estilo mais excêntrico. Analisando especificamente em Los Angeles, onde estavam gravando, ela viu que nas escolas públicas acontece o oposto.

Heidi também pesquisou bastante pelo Instagram para ver o que os jovens de várias partes do mundo vestiam e escolheu peças vintages para a maior parte do figurino porque o guarda-roupa dos jovens da geração Z tem muitas tendências antigas: “Eu usei peças vintages que não necessariamente pareciam ser vintages, como se pudesse ser de hoje".  

Algumas peças também vieram do Instagram, já que a figurinista encontrou várias pessoas que faziam roupas únicas que ela não conseguiria comprar em lojas físicas e onlines. 

Rue Bennett (interpretada por Zendaya) é a personagem que narra a série e que conduz a narrativa principal do vício de drogas. A figurinista começou tentando usar roupas parecidas com as que a atriz usa na vida real, mas não funcionou com a personagem e ela foi para o lado mais vintage. 

Ela consegue equilibrar masculino e feminino em seu guarda-roupa com peças unissex, usando All Star, moletom, camisa, cardigan e camiseta, que são as peças principais da personagem.

Quando a figurinista pegou o roteiro, já estava indicado que a referência do estilo de Jules Vaughn (interpretada por Hunter Schafer) seriam animes. porque o diretor tinha afinidade e o inspirou visualmente para a personagem. Como ele deixou anotado que ela deveria parecer com as personagens de Sailor Moon, ela usa saias parecidas com as meninas do desenho animado e que lembram as de líderes de torcida. 

No começo da série Jules se vestia como ela achava que os homens gostavam e tentava ser sexy para eles, mas ela foi se empoderando e amadurecendo. Seu estilo deixa de ser delicado e mostra ela se preocupando mais consigo mesma do que no que os outros vão pensar, por isso a figurinista optou por usar mais calças e deixar ela menos vulnerável. O rosa também deixa de ser a cor principal das roupas e ela usa outros tons que são vibrantes, mas ainda fortes, como o laranja. 

Hunter adorava participar do processo criativo e mandava sugestões por DM no Instagram para a figurinista com referências e ideias de peças que ficariam boas na personagem. Ela também enviou vários quadros de referência para sua própria personagem. 

Aqui precisamos destacar a maquiagem dela, já que virou tendência depois da estreia da série e o que mais tem na internet são tutoriais inspirados na série (você pode ver aqui). A responsável pelo trabalho super criativo é Doniella Davy. Ela escreveu em um post do seu Instagram que a Jules usa uma maquiagem nova a cada look novo: “Se tem 15 passagens rápidas de Jules, tem 15 maquiagens diferentes”. 

As outras personagens também usam produtos bem legais no rosto, como lágrimas de glitter em Rue (parecendo lágrimas do efeito das drogas), os delineados com strass e correntes de Maddy. Você pode olhar várias maquiagens da série e entender as escolhas da maquiadora no perfil dela. 

Kat Hernandez (interpretada por Barbie Ferreira) era toda contida e tinha inseguranças por causa do corpo, mas ela deu uma repaginada no visual quando começou a descobrir sua vida sexual e apostou em peças de látex bem justas: "Eu acho que ela sempre foi assim ou quis ser aquela pessoa. Ela só não tinha confiança, é menos como se ela tivesse mudado e mais como se ela tivesse dado permissão a ela mesma. Ela se permitiu pela confiança que ganhou por ser adorada online (ela vira uma camgirl depois de perder a virgindade)", disse ao EW. 

Maddy Perez (interpretada por Alexa Demie) é super segura com sua autoestima e como quer se destacar, ela usa maquiagens cheias de brilho. 

Desde o primeiro episódio ela usa conjuntinhos e a figurinista fez questão de procurar várias peças nesse mesmo estilo para ela usar durante a temporada. O episódio que ela usa roupas que fogem da sua zona de conforto é o do festival, onde ela aparece com um top roxo inspirado na marca I.Am.Gia: “Eu queria roxo, mas eles não podiam fazer para mim. Então consegui a permissão para copiar e fiz na cor roxa", disse a figurinista

Cassie Howard (interpretada por Sidney Sweeney) é amiga de Maddie e ficou conhecida no colégio depois de ter a relação sexual gravada e compartilhada entre os alunos. Entre as amigas mais próximas ela se sente à vontade para ser ela mesma e não ser julgada, mas entre os garotos do time de futebol americano, ela é objetificada. 

Suas roupas realçam seu corpo, são justas, decotadas e curtas, o que reforça seu estereótipo sexual entre os alunos da escola. Quando ela começa a namorar McKay, ele fica com receio do que vão pensar ao ver os dois juntos e em uma festa pediu para Cassie colocar sua camiseta para não deixar o decote a mostra. 

Fora do radar do namorado, ela conseguiu usar a fantasia que queria junto das amigas em uma festa. A festa de Halloween foi o momento de cada uma mostrar um lado da personalidade ou prestigiar uma celebridade. 

Rue foi vestida de smoking como uma releitura de Marlene Dietrich no filme Marroco. Essa hipótese da possível inspiração veio do site Reddit. O longa de 1930 mostra o beijo entre duas mulheres e nessa época Marlene foi considerada um ícone andrógino. 

Jules estava na fase romântica, apaixonada, mesmo depois de uma desilusão amorosa e foi vestida de Julieta. A roupa que ela usou é bem parecida com a da atriz Clare Danes, par romântico de Leonardo DiCaprio no filme Romeu e Julieta de 1996, dirigido por Baz Luhrmann. Alguns fãs da série até pensaram que Rue iria combinando, mas não rolou dessa vez. 

Kat estava na fase de descobertas em sua vida sexual e fazia tudo escondido dos seus amigos, que pensavam que ela era super inocente. Então sua escolha foi a personagem Thana do filme Ms. 45, uma mulher é atacada duas vezes no mesmo dia e acaba se fantasiando de freira para uma festa de Halloween, onde atira em várias pessoas. 

Maddie se fantasiou de Iris, interpretada por Jodie Foster no filme Taxi Driver- Motorista de Táxi de 1976. A escolha dela remete seu passado, porque ela perdeu a virgindade aos 14 anos com um homem bem mais velho e a personagem do filme aos 12 anos já era uma garota de programa. 

Cassie se vestiu de Alabama, personagem da atriz Patricia Arquette no filme do Tarantino, Amor à Queima-Roupa. A história é de um jovem que se apaixona por uma prostituta que foi contratada por seu chefe como presente de aniversário. Eles se casam, mas mesmo assim Alabama continua trabalhando nas ruas. 

Leslie, irmã de Cassie, é uma personagem secundária da série e não tem muito destaque, mas sua fantasia foi uma das mais engraçadas da festa. Enquanto sua irmã e sua mãe pensam que Halloween é para usar fantasias sexys, ela prefere ser diferente e ir de Bob Ross, um pintor do programa The Joy of Painting do canal PBS nos anos 90. 

A série tem um total de 8 episódios com vários assuntos polêmicos, como vício em drogas, e já tem segunda temporada confirmada. O sucesso é tão grande que você pode encontrar Euphoria inspirando várias pessoas na maquiagem e no estilo. 

Deixa nos comentários o que você mais gostou e conta pra gente qual seria sua fantasia na festa do dia das bruxas.